Pensamentos de Deus

Todos os dias uma nova mensagem de Deus para sua vida!

Buscar Mensagens

Mensagens de 2021

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba todo dia uma mensagem poderosa e abençoada!

Redes Sociais

Nos ajude a compartilhar a Palavra de Deus!

O julgamento de hoje será a condenação de amanhã!

Mensagem publicada em: 10.04.2015
Compartilhe essa mensagem:

" Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados." Lucas 6.37. 

Eram duas prostitutas e apresentaram uma causa ao rei Salomão: Elas moravam na mesma casa. Uma deu a luz um filho e três dias depois a outra também deu a luz a um filho. Uma das crianças morreu e sua mãe trocou-o pela viva, colocando o morto nos braços da mãe do vivo. Ambas diziam que a criança viva era sua e pleiteavam que o rei prolatasse sentença. (1Rs.3.16-28).

O rei Salomão não estava julgando por acaso, antes,  tivera um sonho onde Deus lhe dizia para pedir o que quisesse. Por ter aprendido muito com seu pai Davi, pediu um coração compreensivo para julgar o povo e que prudentemente discernisse entre o bem e o mal. Deus lhe concedeu tal sabedoria. (1Rs.3.3-15). 

Ao julgar a questão, determinou que separasse a criança em duas partes e entregasse metade dela à cada mulher. Uma suplicou que o entregasse vivo à outra, e esta, que o dividisse. Sua sentença não fundamentava-se no estado moral delas, porque eram prostitutas, mas para o amor de mãe, inato em toda mulher. Decidiu entregá-lo à primeira : o amor dela desejava que o filho vivesse, ainda que fosse com outra pessoa. 

Este julgamento, como de todo magistrado constituído, é legítimo, porque trata-se de sua profissão, diferentemente do que a palavra disciplina. Jesus explicitamente nos determina a não julgar ninguém, porque,  se o fizermos, seremos julgados. Ninguém pode afirmar como será o julgamento de Deus, porque somente a Ele cabe julgamento, mesmo porque nem Jesus veio para julgar ninguém ! (Jo.3.17 e 12.47).

Pior é condenar, porque desde já somos avisados que seremos condenados,  mas, se perdoarmos, seremos perdoados.  Com a medida que medirmos seremos medidos. Acordemos, então!! Em havendo erros ou pecados no próximo, oremos, intercedamos, busquemos a Deus por sua vida. Estaremos fazendo a boa, perfeita e agradável vontade do Pai e não seremos objeto de condenação : " Assim, pois, cada um de nós dará contas de si mesmo a Deus." (Rm.14.12).   

Com amor, em Cristo Jesus. 

Leve o Pensamentos de Deus com você

Baixe o aplicativo na Play Store

Baixe o aplicativo Pensamentos de Deus gratuitamente na loja de aplicativos de seu celular e leia as mensagens onde estiver!

Desenvolvido por UPPERTEC.