Pensamentos de Deus

Todos os dias uma nova mensagem de Deus para sua vida!

Buscar Mensagens

Mensagens de 2021

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba todo dia uma mensagem poderosa e abençoada!

Redes Sociais

Nos ajude a compartilhar a Palavra de Deus!

Sendo um abençoador.

Mensagem publicada em: 12.08.2014
Compartilhe essa mensagem:

" Porquanto, aquele que vos der de beber um copo de água, em meu nome, porque sois de Cristo, em verdade vos digo que de modo algum perderá o seu galardão". Marcos 9.41.

Ela era sunamita, casada, rica e temente a Deus. O profeta Eliseu passava de tempos em tempos na cidade de Suném, porém, entre  todos os habitantes daquela cidade, apenas a sunamita reparou nele. (2Rs.4.8). Pessoas reparam nas condições de outras pessoas, veem sua pobreza, necessidades básicas, espirituais e físicas,  compreendem o que lhes ocorrem, entretanto, apenas observam. 

O partilhar sempre foi ensinado ao povo de Israel.  Havia sido anunciada por Moisés a décima praga: a morte de todo primogênito.Para a instituição da primeira Páscoa, Moisés diz ao povo : Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês, cada um tomará para si um cordeiro, segundo a casa dos pais, um cordeiro para cada família.  Mas, se a família for pequena para um cordeiro,então, convidará ele o seu vizinho mais próximo, conforme o número das almas; conforme o que cada um puder comer, por aí calculareis quantos bastem para o cordeiro". (Êx.12.4). 

O dividir está inserido na pessoa de Deus : " Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo.Não digas ao teu próximo: Vai e volta amanhã; então, to darei, se o tens agora contigo". (Pv. 3.27.28). Olhar o que o outro necessita e apenas contemplar, desagrada Deus. 

A sunamita via Eliseu passar e tomou uma atitude: convidou-o para comer pão na sua casa. Foi-lhe agradável. Paulo nos alerta para isso : " Compartilhai as necessidades dos santos; praticai a hospitalidade". (Rm.12.13). Deixou-o a vontade a ponto de,  toda vez que passava pela cidade de Suném, entrava na casa da sunamita e comia com ela e seu esposo.  Ela foi além, fez um quarto para ele descansar da viagem. (2Rs. 4.10).

A sunamita viu a necessidade do profeta. O profeta viu a necessidade da sunamita: Ela não possuía filho. Ele ora a Deus e, no tempo devido, ela dá à luz um filho. Ambos agiram um em favor do outro.  Demonstramos ter o amor de Deus ajudando o próximo : " Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?"  (1 Jo.3.17). 

Com amor, em Cristo Jesus. 

Leve o Pensamentos de Deus com você

Baixe o aplicativo na Play Store

Baixe o aplicativo Pensamentos de Deus gratuitamente na loja de aplicativos de seu celular e leia as mensagens onde estiver!

Desenvolvido por UPPERTEC.