Pensamentos de Deus

Todos os dias uma nova mensagem de Deus para sua vida!

Buscar Mensagens

Mensagens de 2021

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba todo dia uma mensagem poderosa e abençoada!

Redes Sociais

Nos ajude a compartilhar a Palavra de Deus!

As consequências de amar um filho mais que o outro.

Mensagem publicada em: 22.01.2014
Compartilhe essa mensagem:

" Passou Esaú a odiar a Jacó por causa da benção, com que seu pai o tinha abençoado; e disse consigo: vem próximos os dias de luto por meu pai; então matarei a Jacó, meu irmão " Genesis 27.41. 

Ninguém é perfeito e todos somos pecadores. Os fatos mais diversos ocorrem continuamente na nossa vida e de outras pessoas, próximas ou não.  A questão é que não prestamos atenção neles, muito menos em seus resultados. Se assim procedêssemos, grande seria o número de dificuldades que não passaríamos, simplesmente porque se deixaria de praticar determinados atos. 

Somos agraciados por Deus,  porque temos a Sua Palavra para nos indicar caminhos de bençãos, ajudar a identificar caminhos de maldição e deles nos desviar, aprendermos quais sementes são boas e seus respectivos frutos, bem como as más e seus frutos de dores.  Tudo está escrito e, para não acontecer conosco, basta ler para conhecer e aprender. É um esforço pessoal, particular, mas cujos benefícios não tem fim.

Deus não faz acepção de pessoas (At.10.34). É um ensino e caminho a ser tomado por todos nós. Pessoas não são só as que estão distantes, são, primeiramente, a que estão dentro do nosso lar. Isaque casa-se com Raquel. Ela tem dois filhos gêmeos : o primeiro a nascer chamava-se Esaú, e, o segundo, Jacó, entretanto : " Isaque amava Esaú, porque saboreava de sua caça; Rebeca, porém, amava a Jacó. (Gn.25.28). Por conta das preferências de Isaque e Rebeca, prevalescendo um em detrimento ao outro, criou-se um grande abismo entre os irmãos.

Esaú e Jacó não foram culpados de haver diferenças entre eles, mas seus pais, com seus atos distintos para um e para outro.  Esaú caçava, mas não estava sempre próximo para ser carinhoso e atencioso, já Jacó não caçava, mas estava o tempo todo à merce de seus pais. (Gn. 25.27). Cada um possuía suas característica, mas que não colocava um acima do outro.

Jacó, influenciado e ajudado por sua mãe Rebeca, usou de mentira para com seu pai Isaque e este lhe deu a benção que seria de Esaú. Esaú muito chorou e desejou matar seu irmão. (Gn. 27.38). Rebeca fica sabendo e promove a fuga de Jacó para Padã-Arã, terra distante. Seus atos de preferência separaram irmão de irmão, e Jacó do convívio com pai Isaque. Destruição total do lar. Eram apenas quatro pessoas ! Nunca mais Rebeca viu Jacó, pois morreu antes dele retornar para casa. Jacó ouve a voz de Deus e retorna para casa. (Gn 31.3). Por divina providência de Deus, Esaú o perdoa, mas não moram próximos. Somente Isaque vê Jacó novamente. (Gn35.27-28).  

O tempo transcorre e o ódio fica no coração da descendência de Esaú, que passam a habitar em Edom. O livro de Obadias descreve a raiva destes descendentes para com os descendentes de Jacó, que eram o povo de Israel. Tudo começou com a distinção feita pelos pais ao seus filhos. Jamais deixe isso acontecer em seu lar, com os seus. Se está acontecendo, peça perdão a Deus, pois Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. (1 Jo. 1.9). Confesse e deixe o resto para Deus colocar tudo em ordem.

Com amor, em Cristo Jesus.

Leve o Pensamentos de Deus com você

Baixe o aplicativo na Play Store

Baixe o aplicativo Pensamentos de Deus gratuitamente na loja de aplicativos de seu celular e leia as mensagens onde estiver!

Desenvolvido por UPPERTEC.